sábado, 9 de outubro de 2010

Tentativa

Tivemos um dia super agradável. Almoçamos fora, andamos de bicicleta com as crianças e tentamos comprar presentes de dia das crianças COM as crianças. Não deu!
Logo que entramos na loja os dois botaram o olho em um carrinho (aqueles com pedais que a criança senta dentro) e não houve jeito de saírem do carrinho.
Tentamos olhar algumas coisas mas a loja estava cheia.

Bom... a Lua ainda saiu numa boa, consegui distrair ela com papo. Mas o Matheus deu piti, sabe aquele show de sair da loja aos berros?! Ai, ai, ai...
Saímos e na frente da loja, quando ele se acalmou, disse pra ele que tinha brincando um pouco e que íamos embora. Com o tempo ele entende (espero!).

5 comentários:

Eu e minhas três bonecas... disse...

Ahahahhahha... a gente foi só com a Carol, mas que coisa, ela só quis um DVD e um estojinho de maquiagem... pq as bonecas que ela queria já ganhou do vô...
Nem sei se compro mais alguma coisa ou deixo assim mesmo... ehehehehe...
Beijosss

Cynthia Barreto disse...

Eu nem tento fazer isso...rs! Irei comprar o presente da minha filha na Segunda quando ela estiver na escola...rs!

Mas com o tempo as crianças entendem sim!

Beijos!

Anônimo disse...

Uma coisa que ajuda as crianças a fazerem a transição entre estar com o brinquedo/atividade favorita e sair é dar um aviso do tipo: daqui a 5 minutos nós vamos embora. Eles ainda são pequenos pra ter noção de tempo, mas se ouvirem isso com frequência, vão começar a associar o aviso com a transição... e sair numa boa quando chegar a hora. ;) Bjo, Elisa.

Camila disse...

Querida Cris,
O que uma amiga minha faz com a filhinha dela é a "estratégia do tchau". Ela fala para a filha que não quer largar o brinquedo na loja de jeito nenhum, que "o brinquedo mora na loja, aqui é a casinha dele. Fala tchau para o brinquedo!".
Disse que é tiro e queda, que a filha fica toda feliz dando tchauzinho, como se o brinquedo fosse um amiguinho, e assim consegue sair da loja tranquilamente.
Ainda não testei com as minhas (são muito pequenas), mas quem sabe dá certo?
Beijos, Camila.

Renata disse...

Hehehehe, ai, ai, ai mesmo! Cris,...fico imaginando os meus,...
Fico imaginando se terão peti, se vão obedecer / entender,... heheheh mas faz parte, né?
Um super beijo e feliz dia das crianças para esses baixinhos!