quinta-feira, 10 de março de 2011

Adaptação difícil

Gente tô preocupada com o Teteu. Já estamos com dois meses completos de escolinha e o Matheus ainda está com dificuldade.
Na chegada os dois choram, isso até entendo e sei de crianças que choram por bastante tempo na hora de se despedir da mãe, mas logo que entram a Lua se solta, brinca, interage e se diverte. Mas o Matheus muitas vezes durante a tarde chama por mim e a tia então se dedica a distraí-lo, então passa um tempinho e ele chora e chama de novo. Quando brinca é com a Lua e pouco interage com os coleguinhas, e ao se aproximar o fim da tarde ele chora bem mais quando vê que alguém sai para ir embora.
A tia Amanda disse que a adaptação dele tá bem dificil, então me pergunto: Isso está sendo bom para ele (devo insistir porque ele precisa superar isso e vai ficar tudo bem) ou isso não está sendo positivo (ele não está maduro o suficiente e não está feliz indo lá)?
Preciso da opinião de vocês... tô super dividida.


Beijos.

11 comentários:

O mundo da Dani disse...

aiii amiga, ainda nao tive coragem d colocar o davi na escolinha... e imagino o quanto seu coração deve estar em duvida viu..

bjus e que deus ilumine sua cabeça e seu coração de mae

O mundo da Dani disse...

aiii amiga, ainda nao tive coragem d colocar o davi na escolinha... e imagino o quanto seu coração deve estar em duvida viu..

bjus e que deus ilumine sua cabeça e seu coração de mae

Juliana Doerner disse...

Amiga dois meses seria o tempo suficiente para ele se adaptar, ou elo menos não chorar tanto... Eu não teria coragem de deixar os meus com apenas 2 anos, acho cedo... porém quem tem a necessidade de trabalhar para poder pagar as contas eu até entendo o sacrifício... Mas se vc fica em casa vai tentando deixar ele por horas na escolhinha.. na outra semana, por duas horas e 15 minutos... e vai aumentando sem que ele perceba.. talvez dessa forma ele fique... Mas se vc ver que mesmo assim ele ainda chora, fique com ele... Acho que tudo tem o seu tempo...

Beijos e beijos!

Marcia disse...

Ih amiga! Eu achei que aqui fosse ser mais difícil pois o Felipe também estava me dando muito trabalho mas de repente ele aceitou e começou a comer, interagir e até a chamar a Sofia para entrar na escola,(eu preciso deixá-los das 9 as 17:30h para trabalhar... No seu caso espera mais um pouco mas se você não precisa trabalhar, acho que tudo tem seu tempo. Grande beijo em você e nos pequenos

Lelê disse...

Eu sempre leio seu blog e comento pouco, mas curto muito o que vc escreve. Como sou de Porto Alegre, e tenho uma filha de três anos, vários passeios nossos foram os mesmo que vcs já fizeram, como Gravatal, Gramado, etc.
Bem minha filha foi para escolinha meio período, desde os 4 meses,então sou bem suspeit pra falar, mas eu gosto muito da escolinha e ela se dá muito bem, mas sempre que voltamos das férias tem um chorinho pra ficar e ai aperta meu coração, porém logo ela fla dos amigos, conta toda feliz tudo que aconteceu por lá. Bem sobre seu dilema, acho que tu devia conversar com a pedagoga da escola, ou alguém que entenda melhor do assunto para esclarecer se isso é comum, pois tem dois colegas da Isabela que estão na mesma situação que tu descreveu e conhecidência ou não, são meninos. E principalmente, depois de todos os esclarecilmentos, fazer o que seu coração de mãe mandar. Beijos Alessandra.

Camila disse...

Querida Cris, eu ainda não passei por isso, então o conselho que posso te dar é o de procurar uma psicopedagoga para se consultar com ela sobre a situação do Matheus.
Veja se a sua pediatra não indica uma boa, para você ouvir a opinião de uma pessoa profissional no assunto.
Depois, como disse a Alessandra acima, é fazer o que seu coração mandar.
Muitos beijos, Camila.

princesinha disse...

oii leio seu blog desde o comecinho!! sou pedgoga e traabalho a 4 anos em ed infantil, é díficil o começo tem cça q chora mesmo, que as educadoras tentam distrair, confortar. olha ele logo vai se socializar melhor com as outras cças e ai vai ficar melhor na escola. como ele fica só brincando com a irmã logo sente sua falta, tente passear com os amiguinhos a escola, para ele se sentr mais a vontade com ele. e vai ser bom p vc conversar como mães da turminha dele. meninos são bem mais apegados a mãe...rs mas seu coração é que manda, mas pense,uma hora ele vai ter que ir para escola, será que vc não vai por a perder o que ele já conquistou? perg para a prof dele se ele tem chorado muuuiiito mesmo! mas se ele tem participado de atv e brincadeira mesmo que soinho? logo se bebê vai virar um menininho!!! bjs vcs são lindos!! kelly

Adriana disse...

Oi Cris! não sei exatamente o que te dizer porque nunca passei por isso, Giulia se adaptou muito bem a escolinha e agora a nova escola.

Bom, quando fui colocar a Giulia na escola pela primeira vez questionei isso com a coordenadora e ela disse que algumas crianças podem demorar até 4 meses para se adaptar. Aqui na São Marcos também já tivemos casos de crianças maiores com MUITA dificuldade de adaptação, mas se adaptam viu?


Cada um com sua personalidade, dizem que as meninas são menos independentes e apegadas.

Na minha opinião vc deveria conversar com a coordenadora da escola e, se tiver, com a psicóloga também,para entender melhor a reação do Matheus.

bj

Renata disse...

Querida Cris, imaginoo quanto está difícil para vc e para ele tbm... Fico pensando... talvez seria de esperar um pouco mais,... mas depois lá pelos 5 aninhos, quando ele realmente precisará frequentar a escolinha, pois aos 6 anos já vão para a primeira série, pode ser até mais difícil né? Talvez conversando mais com ele... ou, no pior das hipóstes, ao invés de colocá-los na escolinha, ver uma pessoa que ñ seja sua mãe, para ajudá-la na casa e até mesmo com eles...
Mas talvez isso seria regredir no processo... E talvez outra escolinha? O melhor mesmo seria conversar , como disse uma das meninas, com a coordenadora e tbm com psicóloga... Difícil te ajudar, né? Mas isso foi o que passou pela minha cabeça...
Uma faca de dois gumes...
Bjos e espero que consigas tomar a melhor decisão pra todos vcs.

Maria Paula disse...

Boa tarde!!
Sigo seu blog já faz um tempinho....e adoro!! Como professora de Educação Infantil (já leciono a 11 anos) sugiro que ele faça um horário diferenciado, ou seja, reduzido e que vai aumentando gradativamente até que ele esteja totalmente adaptado, por exemplo, se o período da escola for de 4 horas que ele comece ficando 1h30 e assim vai....se torna menos dramático para a criança, principalmente pq ele indo antes não verá nenhum coleguinha indo primeiro que ele. Não fique preocupada algumas crianças demoram um pco para adaptar-se e é normal. Espero ter ajudado. bjs
Maria Paula

Monique disse...

Oi Cris!

Os meus foram pra creche com 1 ano e 8 meses (agosto de 2010) e te digo..foi muito difícil a adaptação deles e deixava e ia trabalhar chorando, cada criança tem o seu tempo, o Nicolas se adaptou mais rápido, mas também foi demoradinho sim, uns 3 meses para começar a interagir com as crianças e não chorar durante o dia. O Henry demorou mais, chorava bastante durante o dia e se recusava a comer, até água ele rejeitava, mas o engraçado e que quando ficava em casa ele ficava bastante irritado. Hoje eles ainda fazem dengo para ficar, mas quando a minha mãe leva isso não acontece. Hoje fico feliz da vida de não ter desistido pq eles amam e quando não vão sentem falta, eles ficam mais espertos e precisam de contato com outras crianças. Às vezes acordam mesmo antes do despertador tocar e já vem arrastando a mochilinha, dá gosto de ver. Acho que vai ser um retrocesso se vc parar agora, persista que ele vai se adaptar e daqui uns dias vai amar estar lá, pense um dia ele vai ter que ir para a escola e quanto mais tarde maior o sofrimento para a criança, com 5 anos a escola já é obrigatória melhor treiná-los agora.
Mas cada mãe sabe o que é melhor para os seus filhos.

Bjos