terça-feira, 29 de junho de 2010

Alimentação


A Camila (mamaetaocupada) fez um post tão importante que ele merece mais do que um comentário, mas mais um post porque é muito válido refletir sobre a alimentação e os hábitos dos nossos filhos.
Lembro que a pediatra não deixava dar Danoninho, bolachinhas e outras guloseimas. Comecei devagar a dar por conta própria. Claro que os pediatras estão certos nos orientando para a alimentação saudável, afinal aparece cada vez mais obesidade infantil, crianças com colesterol alto e hipertensas. Além disso é enquanto são pequenos que eles vão desenvolver ou não um bom hábito alimentar.
Acho que a base alimentar deve ser saudável, no dia-a-dia em casa tem que tem muita fruta, arroz e feijão, verduras e legumes. Sendo assim, nada impede que as crianças tenham contato com as deliciosas e irresistíveis guloseimas industrializadas, afinal nós vivemos na era do fast food e não tem como privar as crianças de brigadeiros e refrigerantes em festinhas infantis, de Mc´Donalds, salgadinhos na escola, etc, etc.
O mais importante é desenvolver o bom senso, é comer de forma saudável e nutritiva em casa para que eles sintam prazer em comer um prato gostoso de feijão com arroz e um suco.
E tem outra coisa muito importante: as crianças tem que correr mais, brincar mais, andar de bicicleta, desenhar e ler para desenvolver a imaginação. Eles tem a vida toda para ficar na frente de um computador ou na frente da TV, se maquiando ou pintando as unhas... não precisa começar tão cedo.
Olhamos para as crianças e eles são adultos em miniatura: gordos, cansados, mal humorados, maquiados.
Sei que isso tudo é uma tendência, mas vou procurar incentivar de todas as formas os meus filhos a viverem a infância como crianças, aproveitando as delícias desse precioso tempo que como tudo na vida também passa.

5 comentários:

Adriana disse...

Eu tentei evitar as guloseimas ao máximo por aqui. Mas tem as festinhas na escola, aí rola guaraná e brigadeiro que a Giu adora! não tive mais como privar! hehehehe. Mas tudo tem que saber ser dosado como vc mesma disse. Uma pena agora a Giulia estar passando por uma fase seletiva dos alimentos, antes o que ela comia com gosto (leia-se frutas e verduras) agora ela não aceita de jeito algum, então eu acrescento na alimentação sem que ela veja e assim vamos levando.

bj

Vanessa Caubianco disse...

Cris, nem sei o que vou fazer quando chegar minha hora....rsss

Ah, tem selinho pra vc tbm no mamydegemeos.blogspot.com.

bjbj

Brú Hessel disse...

Olá, andando pela net achei seu blog, nao sou mãe, nunca tive filhos, e sinceramente nunca tive vontade de ter, mas amei seu blog, tua familia é linda!!!! Estou até mudando de ideia!!! Estou te seguindo

Omafeliz disse...

Coisas boas...muito boas....parabéns filha!
Dá gosto ver esses pequeninhos alcançando frutas prá gente descascar e pedindo colo para ver as pedrinhas e a concha na estante, os piu-pius na árvore, o au-au, o caminhão do gás com a musiquinha... e brincando de esconder ou empurrar cadeiras...ah! precisas contar aqui no blog sobre a musiquinha do guarda-guarda (gaga-gaga para a Lua)!
Tenho certeza que vai ajudar muita gente a ter nas crianças pequenas, grandes companheirinhos até na hora da arrumação dos brinquedos...
Beijo carinhoso

Anônimo disse...

VANESSA
CRIS ESSE POESIA É PRA TI

LUANA


Em teu sorriso inocente vejo a pureza de teu ser
Em teus atos – verdadeiros, tua alegria de viver
Minha pequena princesa, que chegou e fez tudo mudar
Minha alma e meu coração se abriram para te amar.


Vejo mais sentido em todas minhas ações
Antes me era tudo tão vazio e,
Hoje, evidenciam minhas emoções.


Alegria a minha vida tua existência fez nascer
Uma infinita vontade de doar-me fez crescer
Impulsionada por poder eu presenciar
Teus primeiros passos, começando a andar


Eis que hoje posso dizer
Que crianças mudam nossa alma,
Aprendemos com estas a amar...
Amar sem esperar, apenas se doar.


Tu – minha pequena felicidade
Nunca poderia imaginar...
O tanto – tanto,
Que iria te amar!